Bolsa família cadastro – Como se cadastrar no Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa social que atende uma grande demanda de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Portanto, o mesmo atiça curiosidade de outras várias famílias que não estão incluídas e querem saber como se cadastrar. No entanto, muitas vezes faltam informações sobre como fazer o cadastro no bolsa família. Para tanto, fizemos este artigo totalmente esclarecedor sobre o assunto.

Bolsa Família Cadastro

Bolsa Família Cadastro – Confira como se cadastrar no Bolsa Família

Como se cadastrar no Bolsa Família

O cadastro do Bolsa Família é bem simples e rápido. No entanto, requer um pouco de tempo para que os órgãos avaliem a veracidade das informações prestadas.

Para se cadastrar, o cidadão precisa ir até a prefeitura de sua cidade, procurar a secretaria de assistência social e pedir a inclusão de seu nome no Cadastro Único para Programas Sociais, conhecido também pela sigla CadÚnico. Este é o sistema do governo que mantém todas as informações sobre as famílias consideradas de baixa renda reunida em apenas um espaço.

É importante ficar atento que apenas a Prefeitura de sua cidade está apta a fazer esse cadastro. Caso alguma pessoa ou site informe que o cadastro no bolsa família seja feito em outro lugar, desconfie. Pode ser necessário também que agentes da Prefeitura visitem sua residência para verificar o perfil de convivência do futuro beneficiário.

Se sua família for aprovada, você receberá em até 30 dias o cartão do bolsa família em sua casa. O cartão é o documento usado para fazer consultas no saldo do bolsa família e para realizar os saques do benefício.

Documentos necessários para o Bolsa Família

No momento do cadastro do Bolsa Família é exigido alguns documentos de identificação da pessoa em questão e também de seus familiares. Estes documentos são:

  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Carteira de identidade (RG);
  • Certidão de Nascimento ou casamento;
  • Comprovante de residência, no caso, conta de luz, água e telefone;
  • Declarações que comprovem a renda per capita e total da família.

Lembrando que, salvo os dois últimos pontos, todos os outros documentos terão que ser da pessoa que está querendo se cadastrar no Bolsa Família e também dos membros de suas famílias.

Quem tem direito ao Bolsa Família

Como todo programa social do governo, o Bolsa Família também possui suas regras para definir quem tem direito. O programa é focado principalmente em famílias em situação de pobreza ou de extrema pobreza. Para definir quem se encaixa nessa situação, o governo define tal renda máxima.

As famílias em que se encaixam em “situação de pobreza” são aquelas que possuem um rendimento mensal de até R$170 por pessoa. Mas não só isto, é preciso ter também em sua composição crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos e também gestantes.

As famílias que são consideradas em situação de extrema pobreza são aquelas com uma renda estimada em, no máximo, R$85 por pessoa.

O valor do Bolsa Família é definido de acordo com certos parâmetros e situação em que sua família pertence.

* Lembre-se: a cada 2 anos é obrigatório fazer o recadastramento Bolsa Família. Você será informado no extrato de saque do seu benefício quando for necessário fazer o recadastro.

Valor do Bolsa Família Cadastro

O valor do benefício varia de família para família em decorrência da composição de cada grupo familiar. O valor do benefício é uma composição, na qual se somam:

  • R$ 85,00, caso o grupo familiar se enquadre na situação de “pobreza extrema”
  • R$ 46,00 por jovem entre 16 e 17 anos cadastrado no grupo familiar (podem ser cadastrados até 2 jovens);
  • R$ 39,00 por criança entre 0 e 15 anos cadastrada no grupo familiar (podem ser cadastradas até 5 crianças).
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votes, average: 4,00 out of 5)
Loading...