CadÚnico

O Governo Federal tem uma base de dados de todos os beneficiários de programas sociais. Esta plataforma é denominada CadÚnico e utilizada para montar um perfil sobre todas informações desses beneficiários. Estas informações ajudarão os órgãos a compreender quem deve ter acesso prioritariamente aos programas do Governo, como Bolsa Família. Os beneficiários destes programas é preciso que estejam bem informados sobre o CadÚnico, até como forma de saber as procedências de suas informações pessoais e como estão sendo utilizada. Por isso, preparamos um artigo completo sobre esta ferramenta.


CadÚnico

CadÚnico – Confira como participar do Cadastro Único do Bolsa Família

O que é o CadÚnico

O Cadastro Único para Programas Sociais, também conhecido pela sigla CadÚnico, é gerenciado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). É por meio das informações disponíveis no CadÚnico que é possível montar um perfil dos beneficiários dos programas sociais. Na ocasião é possível detectar quem precisa de atendimento prioritário, assim como quais famílias precisam de ajuda rapidamente para sair de situações de vulnerabilidade, no caso, pobreza e extrema pobreza.

O cadastro serve para realizar a inscrição dos candidatos ao programa Bolsa Família. O cadastro serve para realizar a inscrição junto ao Ministério do Desenvolvimento Social.

Quem pode fazer o cadastro no CadÚnico

Não são todas as pessoas que podem fazer seu cadastro no CadÚnico. É necessário que obedeça à algumas exigências definidas pelo Ministério do Desenvolvimento Social. Para realizar o cadastro é preciso que a família tenha um rendimento mensal correspondente de meio salário mínimo por pessoa, no caso, o valor de R$440.  O CadÚnico também aceita o cadastro de famílias que tenha renda superior a meio salário mínimo, contanto que aceite ser incluída no programa de acompanhamento de programas sociais elaborado pela União, estados e município.

Os dados do cadastro são utilizados para seleção de famílias e cidadãos para programas de assistência Social, como o Bolsa Família, para distribuição de renda entre as famílias, e a Habilitação Popular, do programa CNH Social.

Como se cadastrar no CadÚnico

Após constatar que tem direito ao CadÚnico é preciso que realize seu cadastramento. A prefeitura de sua cidade é a responsável por sair a campo e realizar a identificação e coleta de informações sobre as famílias que necessitam estar precisam no CadÚnico. Neste caso, a coleta de informações pode ser realizada em três diferentes formas.

  • A coleta de dados por meio de visitas domiciliares;
  • Mobilização social, onde as famílias que necessariamente precisam estar no CadÚnico são convidadas a participarem de evento de caráter público.
  • Ou também a família se dirigir até um local de cadastramento indicado pelos órgãos competentes.

Mas caso saiba que tem direito à estar cadastrado no Cadastro Único e não foi incluído em nenhum dos três processo de cadastramento abaixo, é recomendado procurar o órgão responsável por esse cadastramento e efetuar o seu.

Ao ir realizar o cadastramento, é preciso que o cidadão esteja portando seus documentos de identificação e também de seu grupo familiar. Os documentos em questão são: certidão de casamento, certidão de nascimento, carteira de identidade (RG), cadastro de pessoa física (CPF), carteira de trabalho ou título de eleitor e, se tiver, certidão administrativa de nascimento do indígena (RANI).

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 4,00 out of 5)
Loading...